Pesquisa

MAIS LIDOS
50 milhões de anos no Cabo Mondego
  O Cabo Mondego constitui o maior afloramento do Jurássico…
Caminho do Xisto das Aldeias de Góis
Chegados a Aigra Nova estacionámos junto ao Núcleo da Coirela…
Os 5 Blogues mais influentes de Coimbra
As Minhas Receitas, de Joana Roque Joana Roque é um…
Coimbra 4 Kids
A fama de cidade universitária e intelectual de Coimbra é…
Praia Fluvial N. Sr.ª da Piedade
A Praia Fluvial da N. Sr.ª da Piedade é o…
Praia de Buarcos
O amanhecer devolve-nos os rochedos e o areal que a…
Praia Fluvial de Palheiros e Zorro
Entre Coimbra e Penacova, em pleno maciço marginal de Coimbra…
Praia de Mira - A melhor praia do mundo
Desde há 30 anos que a Praia de Mira recebe,…
O maior e mais luminoso areal
Localizada em plena cidade da Figueira da Foz, a Praia…
Rituais do Doutoramento Honoris Causa
O grau de Doutoramento Honoris Causa surge publicado, em 1918,…
O "Mata-Frades"
Quem chega a Coimbra, pela Ponte de Santa Clara, é…
Centro Doc. 25 de Abril
O Centro de Documentação 25 de Abril (CD25A) é uma…
Academia Briosa
“Briooooosa!” – ouve-se o grito nas bancadas dos jogos de…
Os Herdeiros da Praxis Cervejeira
  Antiga Cerveja de Coimbra O Legado     Em…
Leprosaria Nacional Rovisco Pais
  Em 1938, perante a rápida evolução da Doença de…
Siga-nos no Facebook

Newsletter

Última edição (n.º 17)


Edições Anteriores
Newsletter n.º 16
Newsletter n.º 15
Newsletter n.º 14

Os Herdeiros da Praxis Cervejeira

 

Antiga Cerveja de Coimbra

O Legado


 

 

Em 1922, surge a “Cerveja de Coimbra, Lda.” e a épica história da tradição cervejeira coimbrã começa a borbulhar. Dois anos depois, já enquanto “Sociedade Companhia de Cerveja de Coimbra, Lda.”, a fábrica abre uma filial com localização na Av. Navarro, onde hoje se situa o Centro Comercial Galerias Topázio e um hotel.
A venda ao público da cerveja ali produzida fazia-se na famosa “Cervejaria da Fábrica”, onde ao fim do dia o fatigado trabalhador e o boémio estudante passavam, ritualisticamente, para se refrescarem com um fino*.

A Água de Coimbra, o “ingrediente secreto” determinante na fórmula da cerveja de Coimbra, deu gás à prosperidade da indústria da cidade, que pouco depois, em 1934, se fundiu com mais três empresas (Companhia Produtora de Malte e Cerveja Portugália, Companhia de Cervejas Estrela, Companhia da Fábrica de Cerveja Jansen) para formar a maior cervejeira do país – a Sociedade Central de Cervejas.

Mais tarde, aquando dos planos de reurbanização da cidade, é construída uma moderna e tecnológica unidade fabril na zona do Loreto/Pedrulha, e a fábrica da Baixa acaba por ser demolida, no início da década de 80.
Por sua vez, a fábrica do Loreto viria a encerrar em 2002, estando prevista para breve a construção de uma indústria farmacêutica (também ela de Coimbra) no seu recinto, que incluirá ainda um espaço de homenagem à antiga cervejeira.

Não obstante a destruição física deste legado, a Cerveja de Coimbra continua bem presente na memória dos apreciadores de cerveja, quer pelo gosto da Topázio (branca) e da Ónix (preta), quer pelo saudosismo dos tempos bem-aventurados da indústria da cidade.
Esta foi sempre uma cidade cervejeira, em país com forte tradição vinícola.

 

* - “Fino”. Essa expressão que se iniciou na cidade de Coimbra, e que se democratizou por todo o país, conferindo atestado de residência a quem a profere. O fino surgiu pela boca fidalga de Toninho Saraiva, um estudante da academia, que exigia a sua cerveja servida em “copo de vidro fino”. Além deste feito, Toninho protagonizou ainda o estranho caso de tuberculose erradicada pela cerveja de Coimbra – facto que intrigou a comunidade médica e académica.

 
Nova Cerveja de Coimbra
O Projecto

A Praxis – Cervejas de Coimbra, Lda., é a jovem herdeira desta matriz cervejeira. Não poderíamos falar dela sem antes abordar todo o contexto de onde bebeu influência. 
A ideia de reavivar a antiga tradição coimbrã esteve a fermentar na mente de Arnaldo Baptista desde a década de 90. Entre a compra do terreno, o licenciamento e os impasses burocráticos, passaram vários anos, sem que, contudo, o seu sonho antigo esmorecesse.

Márcio Ferreira e Pedro Baptista são os jovens mestres cervejeiros deste projeto, ao qual trouxeram o know-how dos métodos alemão (bierbrauen) e americano (brewing), países onde estudaram e adquiriram experiência.

Em 24 de abril de 2009 abre assim a microcervejaria artesanal em Santa Clara, zona histórica da indústria da cidade. A matéria-prima – a Água de Coimbra – corre mesmo ali ao lado, no Rio Mondego.

 

A Fábrica

O processo de fabrico artesanal de cerveja é moroso, mas é o gozo que dá que motiva o mestre cervejeiro. Márcio (na foto) alerta-nos para a importância da qualidade do malte, importado da Alemanha, cujo aroma se sente intensamente no ar assim que se inicia o seu processamento.


Existem várias fases no método artesanal: moagem (cevada maltada e trigo), maltagem (o grão é adicionado a um tanque com água, dando-se a sua germinação), brassagem (convertem-se os amidos em açúcares, formando-se o mosto), fervura (o mosto é esterilizado e adiciona-se o lúpulo, planta trepadeira lhe dá o sabor amargo e atua como conservante natural), fermentação (as leveduras transformam os açúcares do mosto em álcool e dióxido de carbono), maturação (em que se dá a libertação dos componentes voláteis indesejáveis), clarificação (eliminam-se os últimos elementos de turvação, dando à cerveja a limpidez desejada), estabilização (as propriedades da cerveja são fixadas a uma temperatura entre os 0º e os 2ºC), e por último, enchimento (distribuição nos colectores que servem as torneiras do restaurante, acondicionamento e engarrafamento). A maior estabilidade do produto permitiu recentemente a sua comercialização em garrafas de 75cl.

 

Todo este processo leva semanas até que a cerveja chegue, fresca e voluptuosa, ao copo do cliente. Cada produção é única e inigualável, e os clientes fiéis sabem distinguir a mais subtil diferença no sabor.
A cerveja Praxis, ao contrário das industrializadas, não é filtrada nem pasteurizada, por esse motivo o que perde em durabilidade, ganha em qualidade e sabor. É portanto, um alimento saudável, por conter água de excelentes propriedades, hidratos de carbono, proteínas, vitaminas e antioxidantes.

Para além disto, nesta casa segue-se a Reinheitsgebot, ou “Lei da Pureza da Cerveja”, instituída por Guilherme IV da Baviera, em 1516, que restringe os ingredientes de cerveja a apenas cevada, lúpulo, fermento e água.

 

Esta microcervejaria é a maior produtora nacional do seu segmento, cuja laboração chega aos 100.000 litros/ano, prevendo-se um aumento de 50.000 em 2016, fruto dos novos investimentos em tecnologia.
O reconhecimento pelo seu mérito chegou em 2015, ano em que entrou para a Associação Nacional de Produtores de Cerveja (APCV), onde, até aí, figuravam apenas as maiores indústrias cervejeiras do país.

 

A Cerveja

A Praxis produz-se em quatro versões diferentes: Pilsener (levemente dourada, aroma suave a lúpulo), Dunkel (de cor escura com toques de cobre, aroma torrado), Âmbar (de traços ruivos, com ligeiro sabor a melaço) e Weiss (cerveja de malte e trigo, encorpada, de aspecto turvo e sabor intenso, tipicamente alemã). Existem ainda outras cervejas produzidas sazonalmente.
Ao servir cada uma delas, Pedro Baptista é zeloso na quantidade de espuma – espuma essa, que constitui um fator importante na qualidade da cerveja e que é quase sempre desvalorizado pelo leigo consumidor – afirma Márcio Ferreira, sem esconder o carinho pela sua cerveja preferida (e espumosa) - Weiss.

 

À semelhança da personalização existente nas cervejeiras europeias, aqui também se encontram guardadas as canecas dos clientes mais importantes, aos quais está atribuído um número e uma chave de cadeado.

 

O Museu

Num espaço amplo e elegante, o cliente é convidado a conhecer a Fábrica-Museu Praxis, seja através das paredes que com ele comunicam (fotografias, histórias, rótulos e slogans), seja pelos vidros que permitem acompanhar o processo de fabrico 100% artesanal. 
A Sala dos Capelos guarda preciosidades das antigas fábricas e dos ex-colaboradores da Sociedade de Cerveja de Coimbra.

 

O Restaurante

O restaurante Praxis, ao estilo Brasserie, serve especialidades como mariscos, arroz de bucho, francesinha, bifes, salsichas alemãs, entre outras. Todas elas coerentemente acompanhadas pela cerveja Praxis. 

 

Informações & Reservas

Praxis, Cervejas de Coimbra, Lda.
Rua António Augusto Gonçalves, Lote 28/29
3040-275 Coimbra

GPS: W 40.194644 N 8.4325569

Horário de funcionamento: Das 10h30 às 02h00

Telefone: +351 239 440 207

Website: www.beerpraxis.com
Email: praxiscoimbra@gmail.comFacebook: https://www.facebook.com/cervejaPraxis/

 

Galerias de Imagens

 

 

 

Deixe um comentário

Siga-nos no Instagram

Agenda

loader

Bem-vindo a Coimbra

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.