Pesquisa

MAIS LIDOS
50 milhões de anos no Cabo Mondego
  O Cabo Mondego constitui o maior afloramento do Jurássico…
Caminho do Xisto das Aldeias de Góis
Chegados a Aigra Nova estacionámos junto ao Núcleo da Coirela…
Os 5 Blogues mais influentes de Coimbra
As Minhas Receitas, de Joana Roque Joana Roque é um…
Coimbra 4 Kids
A fama de cidade universitária e intelectual de Coimbra é…
Praia Fluvial N. Sr.ª da Piedade
A Praia Fluvial da N. Sr.ª da Piedade é o…
Praia de Buarcos
O amanhecer devolve-nos os rochedos e o areal que a…
Praia Fluvial de Palheiros e Zorro
Entre Coimbra e Penacova, em pleno maciço marginal de Coimbra…
Praia de Mira - A melhor praia do mundo
Desde há 30 anos que a Praia de Mira recebe,…
O maior e mais luminoso areal
Localizada em plena cidade da Figueira da Foz, a Praia…
Rituais do Doutoramento Honoris Causa
O grau de Doutoramento Honoris Causa surge publicado, em 1918,…
O "Mata-Frades"
Quem chega a Coimbra, pela Ponte de Santa Clara, é…
Centro Doc. 25 de Abril
O Centro de Documentação 25 de Abril (CD25A) é uma…
Academia Briosa
“Briooooosa!” – ouve-se o grito nas bancadas dos jogos de…
Os Herdeiros da Praxis Cervejeira
  Antiga Cerveja de Coimbra O Legado     Em…
Leprosaria Nacional Rovisco Pais
  Em 1938, perante a rápida evolução da Doença de…
Siga-nos no Facebook

Newsletter

Última edição (n.º 17)


Edições Anteriores
Newsletter n.º 16
Newsletter n.º 15
Newsletter n.º 14

Bolo de Ançã

O humilde Bolo de Ançã feito com ingredientes tão simples, como ovos, farinha, açúcar e manteiga, conta-nos preciosas histórias que sabem bem na boca. O Bolo de Ançã cai na tipologia de “bolo seco”, é um doce longevo e saudável, e tem forte tradição na época de Páscoa.

O seu sabor suave, aprimorado ao longo de mais de 200 anos, aliado ao bater da massa pela mão experiente da boleira, e à temperatura certa do forno de lenha, tornam-no um produto artesanal peculiar e símbolo do património gastronómico da Beira Litoral. Muito popular nas feiras e ruas dos concelhos de Cantanhede, Coimbra e Figueira da Foz, este bolo recolhia admiradores também de Lisboa, “que no regresso à Capital levam os carros carregados da explêndida lambarice” – testemunho de Jaime Cortesão, também ele um embaixador da terra.

Mais do que na métrica da receita, o segredo do bolo está sobretudo na mão e na dedicação da boleira. São elas que amassam, preparam o forno, embrulham e vendem os bolos pelas ruas ou na berma da estrada. Atualmente, existem pouco mais de meia dúzia de boleiras, pelo que a Câmara Municipal de Cantanhede lançou um curso para que as jovens mulheres da terra pudessem aprender a confecionar este doce.
E nós agradecemos.

Deixe um comentário

Siga-nos no Instagram

Agenda

loader

Bem-vindo a Coimbra

You must have the Adobe Flash Player installed to view this player.