terça, 04 julho 2017 03:45

Ministro da Cultura assinala gratuitidade dos museus no MNMC

 

O ministro da cultura, Luís Filipe de Castro Mendes, fez questão de inaugurar a reposição da modalidade de gratuitidade dos museus em Coimbra, no passado dia 2 de julho, e aproveitou para participar nas comemorações do centenário do Museu Nacional de Machado de Castro (MNMC).

A medida prevê a entrada gratuita em museus, palácios e monumentos tutelados pela Direção Geral do Património Cultural (DGPC) aos domingos e feriados, entre as 10h00 e as 14h00, para residentes nacionais e estrangeiros com residência em Portugal.

 

FOTOGALERIA

  • Gratuitidade museus A01
  • Gratuitidade museus A02
  • Gratuitidade museus A03
  • Gratuitidade museus A05
  • Gratuitidade museus B01
  • Gratuitidade museus B04
  • Gratuitidade museus B07
  • Gratuitidade museus B02
  • Gratuitidade museus B03
  • Gratuitidade museus B05
  • Gratuitidade museus B06
  • Gratuitidade museus B08
  • Gratuitidade museus B09
  • Gratuitidade museus C01
  • Gratuitidade museus C02
  • Gratuitidade museus C03
  • Gratuitidade museus D01
  • Gratuitidade museus D02
  • Gratuitidade museus D03
  • Gratuitidade museus D04
  • Gratuitidade museus D05
  • Gratuitidade museus D06

 

Castro Mendes realizou ainda uma visita-guiada orientada pela Diretora do MNMC, Ana Alcoforado, e marcou presença no lançamento do livro "100 anos, 100 obras", a par do Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, da Diretora Geral do Património Cultural, Paula Araújo da Silva, e do poeta João Miguel Fernandes Jorge.

O livro, para lá de um álbum de imagens de grande qualidade, pretende ser uma espécie de museu imaginário onde se reúnem as 100 melhores e mais belas peças que integram as coleções do Museu Nacional de Machado de Castro.
100 obras, constitui uma forma simbólica de evocar 100 anos de existência da instituição e de homenagear o seu fundador, António Augusto Gonçalves, e todos quantos têm contribuído para o engrandecimento da sua herança.
As 100 obras eleitas encontram-se entre as 560 presentes na exposição permanente, contracenando com as diversas arquiteturas que as acolhem e cuja presença, por vezes simultânea, faz a originalidade do museu.
A edição, bilingue, apresenta uma marca contemporânea e atualizada, não apenas pela mudança que a arquitetura e a museografia determinaram, mas também através do olhar dos mais recentes visitantes - de especialistas, de escritores e artistas e do público em geral.

 

Subscreva a Newsletter
Siga-nos no Facebook
Acompanhe as "stories" no Instagram

 

Mídia

O ministro da cultura, Luís Castro Mendes • ON Coimbra

Deixe um comentário

PRÓXIMOS EVENTOS

15 Out.
Molduras de uma Tragédia
Seg. 15/10 18:00 - Dom. 21/10

 

Realiza-se na

...

19 Out.
Festival Sabores de Outono | Lousã
Sex. 19/10 - Dom. 28/10

 

Organização:

...

20 Out.
Marionetas ao Centro | Lousã
Sáb. 20/10 - Sáb. 27/10

siga-nos no facebook

Siga-nos no Instagram

Pesquisar

Atividade no Facebook